marco2018.gif
HOME | ESPORTE | TV | CULINÁRIA | EMPREGO | GALERIA DE FOTOS | NOTÍCIAS | VÍDEOS | CONTATO

NOTÍCIAS
Ronaldo Magalhães visita obras do Minha Casa, Minha Vida - 26/08/2018 às 20:06:49

A construção de 400 apartamentos do programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV) está a todo vapor nos bairros Fênix, Abóboras e Barreiro. O prefeito de Itabira, Ronaldo Magalhães, e a secretária Municipal de Assistência Social, Maria Marli de Oliveira, percorreram os canteiros de obras nesse sábado (25). Os prédios começaram a ser erguidos em março e o cronograma está adiantado, com entrega estimada e antecipada para o primeiro trimestre de 2019.

Os imóveis, de 45 m² e dois quartos, vão atender famílias com renda de até R$ 1.800 (faixa 1). A empresa responsável pela construção das unidades habitacionais, a HR Domínio, informou à Prefeitura que 49% do cronograma já foi cumprido. “A previsão é que em novembro estejamos com 90% de obras prontas e passe para a finalização, conferência, checklist, e, até fevereiro de 2019 entreguemos as unidades”, avaliou Rangel Costa Guedes, gerente geral da construtora. A previsão inicial era de conclusão da obra em 18 meses.

Os condomínios têm 128 unidades tanto no Fênix, quanto no Abóboras, e 144 no Barreiro. A construtora assegura que a construção recebe materiais certificados e de marcas líderes do mercado, além de passarem por inspeção de laboratório especializado.

Redução do déficit habitacional

Os apartamentos do MCMV são, para Ronaldo Magalhães, uma garantia de cidadania e moradia digna a 400 famílias itabiranas. O prefeito destacou a conquista dos recursos necessários aos empreendimentos – um aporte de R$ 35 milhões -, e um trabalho que continua para viabilizar mais moradias populares. “Estamos avaliando terrenos para ver se conseguimos fazer mais apartamentos”, destacou o gestor da cidade.

Atualização

A Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS) realiza, até 31 de agosto, a atualização de dados dos inscritos no Cadastro Municipal de Habitação. Maria Marli explica que é um requisito as famílias inscritas estarem com seus dados registrados corretamente no sistema. “A Caixa tem um critério que o cadastro deva ser atualizado de dois em dois anos. Nós estávamos com o último cadastro de 2015”, cita a secretária.

O cadastro de habilitação local tem 8.500 famílias inscritas, das quais serão selecionadas 400 para os empreendimentos em questão. A prioridade de atendimento, conforme determina a União, considera famílias residentes em áreas de risco ou insalubres que tenham sido desabrigadas, além de mulheres responsáveis pela unidade familiar e pessoas com deficiência.

Quem ainda não atualizou o cadastro, deve procurar a Superintendência de Habitação Popular, localizada no 2º andar da SMAS – avenida Carlos de Paula Andrade, nº 135 – de segunda a sexta-feira, das 9 às 17 horas, com os seguintes documentos: carteira de identidade, CPF, certidão de nascimento ou outro documento de identificação de todos os dependentes, certidão de casamento e/ou declaração de união estável e, ainda, comprovantes de endereço e de renda de todas as pessoas que trabalham na casa.


dengue

xerox

dengue
marco2018
E-mail: contato@informeitabira.com.br



© Informe Itabira 2018. Todos os direitos reservados. Webmail