marco2018.gif
HOME | ESPORTE | TV | CULINÁRIA | EMPREGO | GALERIA DE FOTOS | NOTÍCIAS | VÍDEOS | CONTATO

NOTÍCIAS
Não jogue no lixo comum – Saiba como descartar medicamentos vencidos em Itabira - 16/08/2018 às 19:33:50

Lugar de remédio vencido não é no lixo comum, muito menos na pia ou vaso sanitário. Isso porque os medicamentos têm substâncias químicas que contaminam o solo e a água, sem falar no risco de reutilização por quem os encontre. O alerta é da diretora de Assistência Farmacêutica da Prefeitura de Itabira, Natália Cristina de Oliveira Beltrame. Ela dá dicas de como realizar o descarte e também locais onde os remédios podem ser deixados.

O município de Itabira tem implantado o programa “Traga de Volta”, projeto do Conselho Regional de Farmácia de Minas Gerais (CRF/MG), em conformidade com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Assim, os fármacos descartados são enviados a um centro autorizado, onde são incinerados – a forma mais adequada de se desfazer dos químicos. O serviço de incineração é feito pela Oxigás Resíduos Especiais, de Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

“Percebemos que muita gente não sabe como descartar as medicações. Temos capacitado nossos profissionais para também levar essa informação a toda população”, comenta Natália Beltrame.

Onde deixar?

Os pontos de coleta mantidos pela Prefeitura de Itabira estão na Farmácia Municipal (Vila Santa Izabel/antigo endereço do TFD); Farmácia de Minas (Fênix) e farmácias das Unidades Básicas de Saúde (UBS) dos bairros Chapada, Gabiroba de Baixo, Clóvis Alvim, Pedreira e dos distritos de Senhora do Carmo e Ipoema.

O funcionamento é de segunda a sexta-feira. Na Farmácia Municipal, o atendimento ocorre entre 7 e 18 horas; na Farmácia de Minas e unidades dos distritos, de 8 às 17 horas; nas UBS da área urbana, a coleta de remédios é feita das 7 às 13 horas. Basta procurar um atendente e ser direcionado à urna coletora.

O que pode ser descartado?

Medicamentos vencidos de qualquer natureza, como pomadas, xaropes e comprimidos podem ser entregues nos postos. Também podem ser deixadas as embalagens vazias (caixas, frascos, cartelas, tubos de pomada); ampolas, seringas e materiais cortantes; e até as bulas. “O que não é resíduo químico é repassado à coleta seletiva”, cita Natália Beltrame.

Dentro do prazo

Quem tem medicamento que sobrou também pode entrega-lo. “Não faz sentido guardar remédios sem uso na gaveta até estragarem. Sem falar no risco da automedicação ou repasse a alguém sem prescrição médica”, orienta a farmacêutica.

Após uma análise criteriosa, as farmácias da rede pública municipal doam os medicamentos dentro do prazo àqueles que deles precisam.


dengue

xerox

dengue
marco2018
E-mail: contato@informeitabira.com.br



© Informe Itabira 2018. Todos os direitos reservados. Webmail